Intimidades e outros poemas pseudofilosóficos

R$29,90

Eu talvez, metodicamente duvidando, diria que intimidade e filosofia são duas faces da mesma moeda. Uma moeda que, a um só tempo e lugar, é de César e que é de Deus! Esta moeda é o poeta que, em toda a sua res extensa, na moenda da Entfremdung, depois de se eviscerar, é pela vida intimado a viver sua intimidade como filosofia profunda, fazendo de seu corpo a oficina do Divino, entregando-se em holocausto e, como Fausto, celebrando em sangue o pacto que lhe fará compreender o sentido das coisas.

Compartilhar: